Quais os custos associados à implementação do EMAS?

São diversas as variáveis que influenciam os custos de implementação do EMAS numa organização, nomeadamente a sua dimensão (micro, pequena, média ou grande), o tipo de organização (pública ou privada), bem como a respetiva localização geográfica.

Os custos associados ao registo no EMAS podem incluir, por exemplo:

  • Custos fixos: verificação e validação; taxas de registo; custos associados à introdução do logótipo EMAS no estacionário e na produção de material publicitário;
  • Custos externos: consultoria externa para apoio à implementação do sistema;
  • Custos internos: relacionados com a implementação, gestão e comunicação do EMAS pelos trabalhadores da organização.

 

Uma vez implementado o EMAS e obtido o respetivo registo, são necessários menos recursos para a sua manutenção, uma vez que algumas das atividades requeridas inicialmente já não o são nos anos seguintes.

Os custos nos anos seguintes ao do registo são, em média, metade dos necessários no primeiro ano.

Para mais informações poderá consultar o estudo  ‘Study on the Costs and Benefits of EMAS to Registered Organisations' disponível em: http://ec.europa.eu/environment/emas/pdf/other/costs_and_benefits_of_emas.pdf.